Guia Extra
LOCALIZAR

Notícias

Guia Extra Uberlândia

ENTRETENIMENTO

O RetroBeat - Warcraft III: Reforged é uma dura lição de reviver jogos clássicos

Warcraft III: Reforged saiu no início desta semana, e a resposta on-line foi cheia de negatividade e angústia.

01/02/2020 - 23:24
O RetroBeat - Warcraft III: Reforged é uma dura lição de reviver jogos clássicos
Parte disso é uma reação a alguma redução que a Blizzard Entertainment fez no projeto. Quando anunciou Warcraft III: Reforged em 2018, prometeu coisas como cenas cinematográficas atualizadas com ângulos de câmera semelhantes a filmes, uma nova interface do usuário e novas dublagens. No lançamento desta semana, a interface do usuário se parece com a do original, e o jogo mantém as vozes originais e as cinemáticas simples.

Depois, existem outros problemas. Pessoas com problemas de bugs e conectividade. O lançamento do Reforged também coincidiu com a morte do cliente original do Warcraft III, o que significa a remoção de recursos como clãs e torneios automatizados. Em seguida, você tem a declaração da Blizzard de que ela possui tudo o que é criado com as ferramentas de mapa personalizadas do jogo.

Está tudo um pouco bagunçado, e acho que decorre de um problema principal. A Blizzard não conseguiu descobrir se queria fazer uma remasterização ou um remake.

Remasterizar ou refazer?

Agora, tanto remasters quanto remakes são ótimos. Mas você precisa descobrir qual é seu objetivo durante o desenvolvimento. Deseja criar algo fiel ao original, mas que o torne mais acessível para o hardware atual? Ou você está tentando reimaginar um clássico para um público de jogos moderno?

Tivemos ótimos remasterizadores nos últimos anos. Heck, mesmo dentro do gênero de estratégia em tempo real, Age of Empires II: Definitive Edition torna o clássico original mais nítido graças ao suporte 4K e até oferece novo conteúdo com civilizações adicionais para jogar e novas missões de campanha.

Há também um dos meus jogos favoritos do ano passado, Tales of Vesperia: Definitive Edition. Foi uma remasterização relativamente simples, apenas ampliando um pouco os gráficos e adicionando algumas linhas sonoras adicionais. Mas fez o RPG, que costumava estar disponível apenas no Xbox 360 nos EUA, disponível em plataformas modernas.

Por outro lado, os desenvolvedores poderiam seguir a rota do remake. E vimos alguns remakes fantásticos nos últimos anos. Resident Evil 2 foi um dos melhores jogos de 2019. Ele pegou um clássico e o transformou em algo mais novo, usando a história, o cenário e os personagens como estrutura para uma experiência que parece tão refinada quanto qualquer jogo triplo A moderno. Esses tipos de remakes são fantásticos, porque não respeitam os originais sem tentar substituí-los. Esta é a mesma rota que a Square Enix está seguindo para Final Fantasy VII Remake, que é incrível. Um novo trailer foi lançado hoje e não consigo parar de assistir.

Problemas de compromisso.

Essas são as duas melhores maneiras de abordar o relançamento de um jogo clássico. Reforjado está preso no meio. Ele não oferece chances suficientes ou algo diferente para parecer uma experiência nova ou moderna, mas também parece muito diferente do original para ser remasterizado. Temos os novos gráficos, e esses são legais. Mas eles não são incríveis. O remake de Resident Evil 2 é um dos jogos mais bonitos da época. Você não diria o mesmo sobre o Reforged.

Eu imagino que o Reforged já teve ambições maiores, e essas foram cortadas por qualquer motivo. É por isso que tantas pessoas estão frustradas ou confusas. É uma meia-medida que está substituindo o original. A Blizzard deveria ter se comprometido com uma re-imaginação mais ambiciosa de Warcraft III, ou a Blizzard deveria ter se concentrado apenas em um projeto de remasterização mais simples. E o que quer que a Blizzard fez, a versão original do jogo deveria ter sido deixada intacta.

No futuro, acho que essa deve ser a lição que a Blizzard aprende com isso. Ainda quero ver a empresa focada na atualização de seus jogos clássicos, mas pode ser melhor se decidir trabalhar em remasters em vez de em remakes. Ou, no mínimo, faça um trabalho melhor de comunicar o que você está realmente fazendo.
Compartilhe a Notícia!

Últimas Notícias

Notícias de Uberlândia

As Melhores Lojas de Uberlândia

Melhores Ofertas